‘Hacker’ russo admite roubo de 10 milhões de dólares

No Sol:

Um hacker russo admitiu em tribunal ter sido responsável pelo roubo de 10 milhões de dólares, através de infiltrações no sistema do Royal Bank of Scotland.

O caso, cujo julgamento está agora a acabar, teve lugar em 2008 e envolve Yevgeny Anikin, um hacker de 27 anos pertencente a um grupo de cibercriminosos internacional dedicado a roubar dados bancários.

Com esta informação nas mãos o hacker admitiu ter roubado cerca de 10 milhões de dólares, dinheiro esse que foi utilizado para comprar pelo menos dois apartamentos e um carro de luxo, refere a agência noticiosa RIA News.

A admissão de culpa ocorreu nas alegações finais do julgamento, quando Yevgeny Anikin se mostrou arrependido e realçou que admitia «completamente a minha culpa».

O hacker, que está actualmente em prisão domiciliária, pediu ao tribunal uma pena reduzida, alegando que já devolveu algum do dinheiro roubado ao banco.

Num outro julgamento realizado em Setembro do ano passado, relativo ao mesmo caso, um outro membro do grupo a que pertence Yevgeny Anikin foi condenado a seis meses de prisão.

Achaste interessante? Partilha!
    Analista de segurança web com vários anos de experiência. Fundador do projeto WebSegura.net. Reconhecido publicamente, por divulgação de vulnerabilidades, por empresas como a Google, Adobe, eBay, Microsoft, Yahoo, Panda Security, AVG, Kaspersky, McAfee, Hootsuite e outros. Colabora regularmente com a comunicação social em temas relacionados com a segurança de informação.

    Que tal participar com o seu comentário?