McAfee descobre maior série de ciberataques de sempre

No DN:

Pelo menos 72 organizações mundiais foram visadas por uma onda de ciberataques, durante cinco anos, anunciou a McAfee. A maior série de ataques de sempre detectada por uma empresa de segurança informática terá sido levada a cabo por um país, provavelmente a China.

Entre as vítimas constam as Nações Unidas (ONU), vários governos, incluindo EUA, Taiwan, Índia, Coreia do Sul, Vietname e Canadá, a Associação das Nações Asiáticas do Sudoeste, um série de companhias na área das novas tecnologias e da defesa, o Comité Olímpico Internacional (COI) e até a Agência Mundial Antidopagem (AMA).

No caso da ONU, os piratas entraram em 2008 no sistema do secretariado em Genebra, Suíça, e ali permaneceram sem serem detectados durante dois anos, com acesso a informações secretas. Jim Lewis, perito neste tipo de questões que trabalha para o Centro para Estudos Estratégicos e Internacionais, disse ao The Guardian que é provável que por detrás deste ataque tenha estado a China, pois os alvos dos piratas tinham informação de particular interesse para Pequim. Exemplo disso foram os ataques levados a cabo ao COI e a vários comités olímpicos nacionais antes dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008.

(…)

 

Achaste interessante? Partilha!
    Analista de segurança web com vários anos de experiência. Fundador do projeto WebSegura.net. Reconhecido publicamente, por divulgação de vulnerabilidades, por empresas como a Google, Adobe, eBay, Microsoft, Yahoo, Panda Security, AVG, Kaspersky, McAfee, Hootsuite e outros. Colabora regularmente com a comunicação social em temas relacionados com a segurança de informação.

    Que tal participar com o seu comentário?