Botnet Beebone derrubada por uma equipa internacional

police

Uma operação conjunta entre agências Americanas e Europeias derrubaram o que se considera uma Botnet altamente sofisticada que infectou mais de 12 mil de computadores por todo o mundo, permitindo aos piratas roubar dados bancários e outro tipo de informações sensíveis.

Foi em conjunto que agências Norte Americanas, Inglesas e da União Europeia trabalharam para confiscar o servidor que operava o Beebone (também conhecido como AAEH)

Apesar do método de operação ser semelhante a outros, o Beebone tinha características únicas que o tornavam muito difícil de detectar, quando acedia ao computador das vítimas descarregava diverso malware como ransmwares e rootkits sem o consentimento das mesmas.

O tamanho da rede não é era relevante, o problema consistia na forma como conseguia manter-se activo e o método usado para angariar cada vez mais vítimas para a sua rede, sendo um sofware polimórfico tornava muito difícil a sua detecção por antivírus.

Um facto curioso era a quantidade de vezes que se actualizava, chegando a ser 19 vezes por dia, tornando esta Botnet única neste aspecto.

Apesar do numero reduzido de infecções comparando com outras segundo a Europol existiam mais de 5 milhões de amostras num total de 23 mil computadores infectados retiradas entre os anos 2013 e 2014 espalhados por 195 países.

Até ao momento não foram encontrados os responsáveis.

Achaste interessante? Partilha!
    Estudante de Engenharia Electrotécnica e de Computares na UBI, apaixonado desde cedo pelas tecnologias de informação. Os principais interesses são a Criptografia e Pentesting.

    Que tal participar com o seu comentário?